WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ÂNGELO CALMON DE SÁ TEM HABEAS CORPUS NEGADO E MANDADO DE PRISÃO ESTARIA EM ABERTO

.

O ex-presidente do Banco Econômico, Ângelo Calmon de Sá, teve um pedido de habeas corpus negado pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), e aguarda a manifestação do presidente da Corte sobre mais um recurso que tentaria impedir a prisão do banqueiro. A informação circula nos bastidores de Brasília e, segundo informações chegadas ao Bahia Notícias, um mandado de prisão já teria sido expedido contra Calmon de Sá.
A motivação da prisão seria por um dos processos por crime contra o sistema financeiro nacional, cujas decisões foram confirmadas em instâncias colegiadas da Justiça Federal. Calmon de Sá é acusado de fraudes no Banco Econômico, lesando acionistas e investidores. Em 1995, o Banco Central interviu na mais antiga instituição bancária do Brasil, fundada em 1843 na Bahia. Além de banqueiro, ele também foi ministro da Indústria e Comércio no regime militar.
Pelo menos duas condenações em instâncias intermediárias e finais já foram registradas contra o banqueiro. A primeira, em 2013, foi confirmada pelo Superior Tribunal de Justiça por gestão fraudulenta, no caso conhecido como “Pasta Rosa”. Um ano depois, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região condenou por unanimidade Calmon de Sá a sete anos de prisão. No entanto, o banqueiro não chegou a cumprir nenhuma das penas já impostas pela Justiça.
O Bahia Notícias tentou contato com a defesa de Calmon de Sá, porém não conseguiu retorno até a publicação dessa matéria.

.

Comentários estão fechados.