WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

NOVO HOSPITAL PARTICULAR DE SALVADOR COMEÇARÁ A SER CONSTRUÍDO EM SETEMBRO

.

O novo hospital da capital, o Mater Dei Salvador, foi oficialmente anunciado na manhã da última segunda-feira (12). A unidade particular vai oferecer 369 leitos, sendo 40 deles de Centro de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI) adulto e outros 40 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica, e vai gerar 3,5 mil novas vagas de empregos diretos e indiretos.
O anúncio foi realizado no canteiro de obras por representantes da empresa e do município. A unidade vai funcionar na Avenida Vasco da Gama, próximo ao cruzamento com a Avenida Anita Garibaldi, e terá duas estruturas: o hospital e um centro médico. A previsão é de que as obras iniciem no começo de setembro e de que o empreendimento comece a funcionar, parcialmente, em 2021, e totalmente em 2022.
O presidente de Rede Mater Dei, Henrique Salvador, disse que o novo hospital será completo e vai oferecer atendimento em todas as áreas da medicina, como diagnóstico, pronto socorro e oncologia. Ele contou que a rede é especializada em transplantes de órgãos e em casos de politraumatismo e cirurgias neurológicas.
“Vamos trazer um conceito de um centro médico complexo e integrado. Essa é a primeira unidade da Rede Mater Dei fora de Minas Gerais. Nós escolhemos Salvador porque acreditamos que ela é uma das principais capitais do país, em uma região muito importante, que é o Nordeste. A cidade tem um centro industrial importante, muitas empresas na área da prestação de serviços, e é estrategicamente localizada”, afirmou.
Atualmente, o grupo administra os hospitais Mater Dei Santo Agostinho, Mater Dei Contorno, e Mater Dei Betim-Contagem. Serão investidos R$ 500 milhões na construção da unidade de Salvador, que terá 61,1 mil metros quadrados, 24 pavimentos e 21 salas cirúrgicas e obstétricas. O atendimento será via convênios e particulares.
Já o centro médico será construído em 9,9 mil metros quadrados, terá 19 pavimentos e 62 consultórios. Ele vai ficar a 90 metros do hospital, e vai concentrar também as áreas administrativas e de apoio a unidade. Durante o evento, o prefeito ACM Neto fez a entrega oficial do alvará de licença para a construção da nova unidade.

“Quando fui procurado e vi a dimensão do projeto, quase 4 mil empregos sendo criados, meus olhos brilharam. A prefeitura criou todas as facilidades possíveis, especialmente no sentido de desburocratizar, agilizar as licenças e alvarás. Nós conseguimos licenciar um empreendimento dessa complexidade em apenas 4 meses, e permitindo que hoje fosse lançado aqui a pedra fundamental”, afirmou.
Para a presidente do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed), Ana Rita de Luna, a notícia de da abertura de uma nova unidade de saúde na capital deve ser comemorada.
“É uma esperança porque a rede hospitalar de Salvador encolheu nos últimos anos com o fechamento do Hospital Espanhol e com o sucateamento de outros hospitais privados, então, é sempre bem-vinda a notícia de investimento na área de saúde. Nós estamos muito felizes com o advento de mais uma unidade hospitalar porque, não apenas Salvador, mas também a Bahia precisa ampliar essa área”, afirmou.
A Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) informou que de acordo com o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, a Bahia tem 31.942 leitos hospitalares. Deste total, 24.560 estão disponíveis ao Sistema Único de Saúde (SUS). Em Salvador, são 9.735 leitos, sendo 6.264 pelo SUS.
A presidente do Conselho Regional de Medicina (Cremeb-BA), Teresa Cristina Maltez, também avaliou positivamente a construção da nova unidade. Para ela o empreendimento pode simbolizar ganho para os estudantes, além de trazer benefícios para a população.
“Vejo com bons olhos a chegada de uma nova unidade de saúde que tem um bom conceito. Abre-se também um campo de trabalho, além de ser uma possível área de residência médica para nossos estudantes. Temos profissionais excelente e é importante a abertura de novos parques profissionais”, afirmou.
Durante o lançamento da pedra fundamental o prefeito de Salvador e o presidente da Rede Mater Dei assentaram o primeiro tijolo, representando o início das obras. Além dos dois prédios, o local terá mais de 740 vagas de estacionamento. (Fonte: Correio)

Parte inferior do formulário
.

Comentários estão fechados.