WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

BAHIA GANHA SISTEMAS DE DESSALINIZAÇÃO

.

O Programa Água Doce, do Ministério do Desenvolvimento Regional, viabilizou a instalação de 61 sistemas de dessalinização no Nordeste no primeiro semestre de 2019. Eles já estão em operação em 32 municípios, sendo 5 em Alagoas, 48 na Bahia, 7 no Piauí e um no Rio Grande do Norte, beneficiando mais de 24 mil pessoas.
A iniciativa busca estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de qualidade para consumo humano, incorporando cuidados técnicos, ambientais e sociais na recuperação, implantação e gestão de sistemas de dessalinização, prioritariamente em comunidades rurais do semiárido.
Atualmente, são 10 convênios em execução, com investimento de R$ 250 milhões para fornecer água a 1.200 localidades. Um dos principais diferenciais do Água Doce é a destinação ambientalmente adequada do efluente gerado no processo de dessalinização.
Na maioria dos casos ele é lançado em tanques de contenção para evaporação.
No entanto, dependendo das características físico-químicas deste concentrado, ele pode ser destinado a outros usos, como dessedentação animal ou irrigação para agricultura biossalina.
Outro diferencial é a gestão compartilhada dos sistemas, com participação efetiva das comunidades e de representantes dos municípios, estados e Governo Federal. Em cada localidade são construídos acordos que definem as responsabilidades dos diversos atores na gestão dos sistemas de dessalinização.
O Programa já instalou 651 sistemas de dessalinização: 239 no Ceará, 50 na Paraíba, 29 em Sergipe, 17 no Piauí, 69 no Rio Grande do Norte, 55 em Alagoas e 192 na Bahia. Duas mil pessoas foram capacitadas para operar os sistemas de dessalinização.
Cada sistema pode produzir até 4 mil litros de água dessalinizada por dia, o que permite o fornecimento diário de 10 litros de água potável por pessoa, para atender diariamente até 400 moradores. Os sistemas implantados até o momento possuem capacidade para produzir cerca de 2,5 milhões de litros por dia e beneficiar 250 mil pessoas. (Fonte: A Região)

.

Comentários estão fechados.