WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

AMAZON VAI EXIBIR INFORMAÇÕES DE AJUDA EM BUSCAS RELACIONADAS A SUICÍDIO

.

A Amazon anunciou que vai passar a exibir telefones de centros de apoio e informações sobre saúde mental aos usuários que realizarem buscas relacionadas ao suicídio. Os dados vão aparecer sempre que os clientes pesquisarem pelo próprio termo, ou relacionados, bem como nas listagens de produtos que sejam considerados perigosos nesse sentido.
A mudança deve ser aplicada, inicialmente, em seu e-commerce nos Estados Unidos, mas deve acabar chegando também a outros territórios. Nos EUA, números e informações relativos à Linha Nacional de Prevenção ao Suicídio serão exibidos. A Amazon vai incluir informações sobre como funciona esse suporte e chamar a atenção para o fato de ele ser gratuito e confidencial, com o cliente tendo acesso direto a um atendente que poderá ajudar sem compartilhar suas informações com ninguém.
Trata-se de uma resposta da empresa a investigações cada vez mais severas sobre esse tipo de situação e, principalmente, sobre a presença de itens que incentivem o suicídio nas listagens da Amazon, principalmente entre os produtos vendidos por parceiros através do marketplace. Notícias recentes sobre o assunto chamaram a atenção das autoridades, apesar de nenhuma investigação oficial ter sido aberta até o momento.
Oficialmente, a companhia proíbe a venda de qualquer item que promova ou glorifique tal ato, com exceção de produtos de mídia como filmes e livros. Isso, porém, não impediu a continuidade de tais anúncios, com reportagens publicadas na imprensa americana ao longo das últimas semanas encontrando mais de quatro mil artigos disponíveis e que oferecem risco desse tipo. Muitos, inclusive, burlavam os impedimentos usando erros de grafia nos títulos ou sinônimos.
A Amazon disse ter retirado do ar todos os itens, bem como aplicado novos filtros para impedir que eles retornem ao ar. Isso, porém, não teria impedido sua proliferação, com pesquisas ainda trazendo resultados que podem ser considerados perigosos. Para combater isso, a loja convida os usuários a fazerem denúncias por meio da opção “feedback”, disponível em todas as páginas de produtos vendidos por meio do marketplace.
COMO PROCURAR AJUDA
Caso você esteja sofrendo com ideias de suicídio, ou conheça alguém que pode estar passando por esse momento, uma das opções de atendimento emergencial em caso de crises iminentes é o Centro de Valorização da Vida (CVV), que possui acolhimento gratuito por telefone no número 188 e pelo chat do site. O CVV é uma iniciativa sem fins lucrativos e sempre tem vagas para voluntários: basta ter mais de 18 anos de idade e tempo disponível para participar do processo seletivo e receber treinamento. Em algumas modalidades é possível prestar o serviço sem sair de casa. (Fonte: Canaltech)

.

Comentários estão fechados.