WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

O QUE EU QUERO DA AMAZÔNIA? – Pelo Prof. Antonio Moreira Neto – NETÃO

.

Na verdade a pergunta seria para todos os países chamados “ricos”: O que vocês querem da Amazônia? Resposta bem simples: o que for possível explorar sem importa-se com desastres nem com o Brasil.
A imprensa agora misturou política partidária com amazonas, queimadas, desmatamento, devastação da fauna e flora, etc. Podemos também perguntar aos europeus: O que vocês fizeram com suas respectivas florestas?
Na verdade o que mais interessa ao mundo não é uma vida indígena, ou uma árvore de mais de 100 anos de idade. Uma aglomeração de ONGs na região ajuda a alimentar teorias conspiratórias. Ao todo, estima-se que haja mais de 500 organizações não-governamentais, muitas delas estrangeiras, espalhadas ao longo de mais de 12000 Km da fronteira amazônica nacional.
Estranhas movimentações na Amazônia não são novidades; em 67 o bilionário americano Daniel Ludwig comprou uma fazenda de 1600 Km2, no ano passado a BBC Brasil divulgou em sua reportagem: “ Mineradora norueguesa tinha ‘duto clandestino’ para lançar rejeitos em nascentes amazônicas.
O que se quer na Amazônia? Todo o interesse não é à toa. A maior biodiversidade existente encontra-se em território brasileiro, a maior bacia de água doce do mundo. Um benefício de 1,1 trilhões de dólares anuais, um potencial fantástico para transformar o Brasil na nação mais rica do planeta.
Então a senhora mídia tendenciosa que me desculpe. Não vejo o Europeu vestido de roupas apropriadas abraçado em arvores para evitar sua morte, vejo vampiros de recursos escassos em seus países. Bibliografia: [email protected]/ BBC Brasil/ revista super interessante.

(Antônio Moreira Neto – NETÃO, Licenciado em Física pela FACE e Engenheiro Agrônomo pela UFBA. Professor de Física e Química dos Colégios: Durval Libânio, Colégio Santo Antônio e Colégio Nobre)
.

Comentários estão fechados.