WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

GANDU AO LÉU… NECOMIGO NÃO… PREFEITURA DE GANDU MAIS UMA VEZ MENTE DESCARADAMENTE SOBRE A CGU. DANILO MEIRELES E O BLOGDOZEBRAO DENUNCIARAM A PREFEITURA

.

No dia 03 de maio de 2019, o BLOGDOZEBRAO publicou a nota abaixo, o que desmente a nota divulgada pela prefeitura Municipal de Gandu, que a fiscalização da CGU, foi apenas uma coincidência, sorteio (só que na loteria, nunca é sorteada), enquanto para ser fiscalizada pela CGU sempre está presente em nossa cidade, na gestão de Manoel Dantas Cardoso, aqui esteve o que gerou processos junto à Justiça Federal, contra ele e a primeira dama, além de vários secretários. Então vamos ao que publicamos:
O ativista político Danilo Meirelles, tem realizado um trabalho digno de oposição ao prefeito Leonardo Barbosa Cardoso.
Ele tem sido um verdadeiro fiscal dos atos administrativos da atual gestão de Gandu e, sempre que identifica irregularidades, que por sinal são muitas, as encaminha para os órgãos competentes.
Nos últimos meses, por exemplo, protocolou mais de 15 denúncias de irregularidades em licitações, contratos de serviços e obras de recursos oriundos dos Governos Federal, Estadual e Municipal, das secretarias de Saúde, Educação, Desenvolvimento Social, Cultura e Infraestrutura.
Antes disso, ele fez uma visita à Superintendência da Controladoria Regional da União no Estado da Bahia – CGU para entender como funciona o processo de fiscalização e o que compete ao órgão.
Alguns meses após, chega a fiscalização da CGU em Gandu, e os gênios da administração municipal divulgam que foi SORTEIO…
Não vamos publicar o teor de TODAS as denúncias contra o governo do município, porém separamos duas:
TEOR DA MANIFESTAÇÃO
A Prefeitura Municipal de Gandu contrata desde outubro de 2017 a sociedade Cooperativa de Trabalho nas Atividades das Áreas de Saúde Promoção e Desenvolvimento Humano – COONECTAR. A contratação se deu com base no Pregão Presencial nº 010 de 2017 cujo objeto foi: “prestação de serviços de gerenciamento e operacionalização de profissionais na área de saúde” De início, já se constata que o objeto divulgado nos avisos da licitação não corresponde efetivamente ao serviço a ser contratado, qual seja, simples fornecimento de mão de obra para a área de saúde do Município.
Gandu, 09 de Maio de 2019
Ao TCE
Vimos respeitosamente, através deste ato, denunciar o Prefeito de Gandu–Ba, Leonardo Barbosa Cardoso, por ato de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. Segundo dados obtidos no TCM (anexo), foram identificados diversas irregularidade no convênio referente a Reforma do Mercado Municipal de Gandu
O BLOGDOZEBRAO TAMBÉM FEZ A SUA PARTE, DENUNCIANDO AO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, O QUE NA SUA OPINIÃO, REPRESENTA IRREGULARIDADE. LEIA O TEOR:
LOTE I
No contrato Nº. 060/2017, de 24 de março de 2017, conforme transcrição abaixo, consta o seguinte:
O MUNICÍPIO DE GANDU, pessoa jurídica de direito interno, inscrita no CNPJ sob on° 14.195.358/0001-21, com sede administrativa na Rua, Manoel Libânio da Silva, 20, centro, Gandu-BA por seu Prefeito Municipal Leonardo Barbosa Cardoso, brasileiro, casado, advogado, residente e domiciliado, a Rua João Marculino n» 161, Bairro Almir Ramos Carneiro, Gandu -BA, portador da Cédula de Identidade n° 983839735 – SSP-BA e CPF (MF) n° 019.544.175-35, por intermédio do FUNDO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO, inscrita no CNPJ n° 06.219.003/0001-05 doravante denominados CONTRATANTES, e a Empresa EMBATTUR EMPRESA BAHIANA DE TRANSPORTE ETURISMO…
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Locação de veículo VAN com capacidade mínima para 09 lugares, em bom estado de conservação, em perfeita condições de uso, com seguro, SEM MOTORISTA. Com Franquia global mensal livre de quilometragem, para Transporte de Alunos do APAE e atividades da secretaria.
12 MESES – 01 veículo Valor unitário R$ 5.350,00 – Valor total R$ 64.200,00.
Por acaso os alunos da APAE frequentaram a escola de janeiro a dezembro?
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Locação de veículo VAN com capacidade mínima para 09 lugares, em bom estado de conservação, em perfeitas condições de uso e segurança, com seguro, SEM MOTORISTA, com Franquia global mensal livre de quilometragem, para Transporte de servidores, ida e volta, do Distrito de Água Preta para a sede do município de Gandu-BA.
12 MESES – 01 veículo Valor unitário R$ 5.350,00 – Valor total R$ 64.200,00.
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Locação de veiculo VAN com capacidade para 09 lugares, em bom estado de conservação, perfeitas condições de uso e segurança com seguro, SEM MOTORISTA, cinto de segurança. Com Franquia global mensal livre de quilometragem, para realizar o transporte de merenda escolar e os professores ao Bairro Bela Vista de Gandu-BA.
12 MESES – 01 veículo Valor unitário R$ 5.350,00 – Valor total R$ 64.200,00.
Quer dizer, nos meses de férias, o transporte conduzia MERENDA ESCOLAR para os alunos do Bairro da Bela Vista e seus respectivos professores.
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO Locação de ônibus, SEM MOTORISTA com capacidade mínima para 42 lugares, equipado com poltronas confortáveis e reclináveis, ar condicionado, cinto de segurança em todos os assentos, toalete a bordo, destinados ao transporte de estudantes universitários do município de Gandu para Itabuna. Com Franquia global mensal livre de quilometragem.
03 ÔNIBUS – MENSAL CADA R$ 8.470,00 = R$ 25.410,00 x 12 meses = R$ 304.920,00.
Somando-se os valores acima, totaliza o contrato o valor de R$ 497.520,00.
PARA COMPROVAR, CLIQUE ABAIXO:

Segundo informações, NÃO SÃO TRÊS ÔNIBUS que a prefeitura paga mensalmente para Itabuna, conforme consta no contrato. É bom salientar, que esse contrato foi no ano da posse do prefeito Leonardo Cardoso 2017.
O pior de tudo, com GRAVES INDÍCIOS DE CORRUPÇÃO E ROUBO, pois foram pagos os meses em que os estudantes estão em férias. Ou em 2017, os estudantes universitários não gozaram férias?
Para o bolso de quem, foram os recursos referentes aos ônibus FANTASMAS e dos meses de férias?
Iremos denunciar ao Ministério Público Federal-MPF (pois trata-se de malversação de verba federal), aqui em Ilhéus, no qual Gandu é integrada, Ouvidoria do Ministério, Tribunal de Contas da União-TCU, Tribunal de Contas dos Municípios-TCM não apenas o prefeito Leonardo Cardoso, como o Secretário de Educação Wendell Ferreira Leite e os componentes do Conselho Municipal de Educação.
Para completar a grande farsa do prefeito Leonardo Cardoso, ele cometeu mais um ESTELIONATO eleitoral, pois na campanha, prometeu pagar o transporte universitário com o seu subsídio…
É salutar observar que, TRANSPORTE UNIVERSITÁRIO, NÃO PODE ser pago com o dinheiro do FUNDO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, conforme a Lei:
8ª) Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar PNATE, que repassa recursos financeiros para custear despesas com reforma, seguros, licenciamento, impostos e taxas, pneus, câmaras, serviços de mecânica em freio, suspensão, câmbio, motor, elétrica e funilaria, recuperação de assentos, combustível e lubrificantes do VEÍCULO DE TRANSPORTE ESCOLAR OU, NO QUE COUBER, DA EMBARCAÇÃO UTILIZADA PARA O TRANSPORTE DE ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL PÚBLICO RESIDENTES EM ÁREA RURAL. Serve, também, para o pagamento de serviços contratados junto a terceiros para o transporte escolar.
Portanto caros leitores, cada dia que passa, o prefeito Leonardo Cardoso tira a máscara de bom moço, de administrador HONESTO. É por isso que afirmamos sem medo de errar que: LEONARDO BARBOSA CARDOSO, é o prefeito MAIS CORRUPTO que Gandu já teve…
O BLOGDOZEBRAO coloca-se à disposição, para retificar a nota acima, caso tenhamos nos enganado. (Texto: Zebrão)
No dia de ontem, o prestigiado blog DIÁRIO PARALELO, publicou a seguinte nora:
A Controladoria Geral da União – CGU, informou na manhã desta terça-feira, (01), que a ação de fiscalização, ocorrida nessa terça-feira, (30/09), na prefeitura de Gandu, é relativa a suspeitas de irregularidades na terceirização do transporte escolar e da saúde no município.
Ao contrário do que foi divulgado pela assessoria do Governo Municipal, a presença dos fiscais federais não se deu por conta de uma visita de rotina, mas sim, para averiguação de uma série de denúncias que recaí sobre os dois setores investigados.
Ainda de acordo com a CGU, um relatório final será divulgado e, em caso de irregularidades comprovadas, os responsáveis serão denunciados ao Ministério Público Federal. Não há, porém, previsão da divulgação do relatório final.

.

Comentários estão fechados.