WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

PROFESSORA É AGREDIDA POR ALUNO NO CETEP DO BAIXO SUL EM GANDU

.

A professora Fernanda Barbosa, conta que na manhã do dia 30/09/19 deu uma média em sala e um aluno se revoltou por sua nota ter ficado abaixo do mínimo, seguiu questionando e alterou-se em sala de aula, a professora explicou sua nota e repreendeu seu mal comportamento nas aulas. Após o intervalo, que termina as 10:10 da manhã, o aluno retornou para a sala somente ás 10:30, adentrou a sala sabendo que não poderia entrar após o horário e lá permaneceu, desrespeitando mais uma vez a professora que ainda estava em sala.
Ao sair da escola, ainda na porta, enquanto outros alunos se despediam da professora, o referido aluno, de dentro do carro gritou “SATANÁS”, segundo a professora, os demais alunos que estavam presente e viram também acharam uma falta de respeito.
O aluno segue frequentando as aulas normalmente, não foi chamado pela direção, nenhuma medida foi adotada embora tenha sido informada e registrado em caderneta agressão verbal.
A professora conta ainda que sentiu-se constrangida, ameaçada e desamparada, visto que foi exposta na escola e nada foi feito em apoio ou correção ao ato agressivo.
Todos os dias professores e professoras estão expostos a agressões físicas verbais por parte de alunos, esses dados vêm crescendo e cada vez mais sentimos que nada está sendo feito em relação ao assunto, é como se estivéssemos sós. É inadmissível que na escola, lugar de formação, educação, um aluno agrida uma professora por ele ter uma nota inferior ao que gostaria, como se a responsabilidade pelas notas de cada aluno fossem dos professores e não do desempenho e interesse dele mesmo.
A professora relata que espera que outros profissionais não se submetam e não se calem diante de fatos lesivos como este, mesmo diante de omissão.
O BLOGDOZEBRAO solidariza-se com a Profa. Fernanda, prestando-lhe irrestrito apoio. Infelizmente agressões de alunos, passaram a ser uma rotina nas escolas, principalmente nas públicas. Já não se fazem pais como antigamente… os pais de hoje não tem TEMPO para dedicar-se à educação dos filhos, querendo que os professores façam o que é da competência deles, dar-lhes EDUCAÇÃO, ensinar o que é convivência, respeitar os mais velhos, respeitar os superiores, vez que a escola o aluno passa a conhecer a vida em coletividade. Se o jovem não respeita os seus pais, como vai respeitar os seus professores?
Assim que o BLOGDOZEBRAO recebeu a denúncia, entrou em contato com a direção do CETEP para saber das providências que seriam ou já foram tomadas contra o agressor. A direção do CETEP, através da sua diretora Profa. Jusse, nos informou o seguinte: “Que estava tomando um curso em Salvador, chegando à Gandu na noite de quarta-feira, quando os professores atendendo ao chamamento, estavam paralisados dois dias. Leve-se em conta também, que a professora agredida Fernanda, não mora na cidade e nem registrou a ocorrência, tendo apenas registrado na caderneta o fato. Assim que ela volte ao CETEP, irá ouvi-la e depois vai tomar as providências necessárias, inclusive chamando os pais do agressor…”

.

Comentários estão fechados.