WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

REGIÃO CACAUEIRA 7 ANOS SEM EDVALDO MAGALHÃES SAMPAIO. PARECE QUE FOI ONTEM… – Por Zebrão

.

Hoje, 10 de março de 2020, completam 7 anos da partida daquele que era considerado o número UM contra a Vassoura-de-Bruxa.
Agrônomo e cacauicultor, Edvaldo Magalhães Sampaio, tornou-se conhecido em todo Brasil, como a referência nacional na luta contra o terrível mal que se abateu sobre a cacauicultura baiana.
Ele com sua competência, dedicação, amor ao cacau, conseguiu exterminar o fungo em suas propriedades, criando um conjunto de técnicas, unindo ciência, competência e determinação contra a Vassoura.
Se orgulhava e não era para menos, em abrir as porteiras das suas propriedades, para compartilhar as suas experiências, os seus resultados, com todos aqueles que o procuravam. Não era egoísta, ao contrário, fazia questão de provar, que nas suas terras a Vassoura-de-Bruxa não teve vez.
Como foi importante o seu trabalho na salvação da lavoura cacaueira… ajudou praticamente a salvar a região, que ainda não soube retribuir o seu trabalho, que jamais será esquecido. Não temos conhecimento que a falida CEPLAC, tenha lhes prestado a homenagem devida.
Em Gandu, por indicação do vereador Adeilton Leal dos Santos, foi dado o nome EDVALDO MAGALHÃES SAMPAIO, ao Museu da História Genética do Cacau, na cidade que ele adotou como sua.
Hoje sentimos orgulho, quando comparecemos a eventos sobre o cacau aqui em Ilhéus, ou mesmo em reuniões com autoridades na CEPLAC, nos apresentam: esse aqui é de Gandu… e todos com um sorriso nos lábios dizem: A TERRA DE DR. EDVALDO ou A TERRA DE EDVALDO SAMPAIO…
Dr. Edvaldo Magalhães Sampaio, foi o ÚNICO PRODUTOR DE CACAU convidado pelo Ministério da Agricultura, para assinar o PAC do Cacau, provando a viabilidade econômica da Lavoura Cacaueira. Foi também escritor, autor do livro “REALIZAÇÕES DE UM CACAUICULTOR”, baseado nas experiências bem sucedidas nas suas fazendas, nos seus trabalhos de 20 anos no cacau safreiro. Estava prestes a lançar o seu segundo livro, que como o primeiro, seria leitura obrigatória de todo cacauicultor, seria o livro de cabeceira de todos.
Com o seu conhecimento, dando divulgação aos seus métodos de combate à Vassoura-de-Bruxa, Dr. Edvaldo Sampaio, fez retornar o sorriso, a esperança e principalmente, o orgulho em cada um poder voltar a dizer: SOU CACAUICULTOR. Você não o encontrava triste com a situação da lavoura cacaueira, ao contrário, sempre com um sorriso de confiança esbanjando determinação, dizia: NÓS VAMOS DRIBLAR ESTA CRISE. NÓS VAMOS DERROTAR A VASSOURA DE BRUXA… ele não se curvou em nenhum momento diante dos obstáculos, era um homem pré-determinado, valente… e ainda com o seu vigor, teria muito ainda a fazer pela região.
Aos 72 anos nos deixou, sete anos se passaram, parece que foi ontem. Mas homens como Edvaldo Magalhães Sampaio NÃO MORREM, ELES FLORESCEM ETERNAMENTE… (Texto: Zebrão)

.

Comentários estão fechados.