WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

É HORA DE AGIR COM INTELIGÊNCIA – Pelo Prof. NELSON RIBEIRO

.

O pânico, o medo e a ansiedade, tomaram conta do mundo por conta do Coronavírus. E para conter a disseminação, os governos ao redor do mundo tem fechado escolas, universidades, igrejas e até boa parte do comércio.
Muitas cidades pequenas, estão na onda de copiar e colar os decretos de outras cidades. E acabam criando medidas desnecessárias e até inconstitucionais em cidades pequenas como é o caso de Itamari, com cerca de 8 mil habitantes. Cada cidade tem sua realidade, suas particularidades, cada caso é um caso. E não se deve criar decretos que prejudiquem ainda mais a economia e não tenham efeitos significativos no controle do vírus.
O primeiro passo é o gestor e as pessoas envolvidas diretamente conhecer o que é o vírus, quais seus pontos fracos e combatê-lo, tendo como base o conhecimento cientifico atual em relação ao vírus. Fazer uso da inteligência antes de mandar os advogados escreverem decretos.
Proibir aglomerações de pessoas, é a medida mais sensata. Reuniões com mais de 50 pessoas devem ser evitadas, e isso em cidades pequenas fica mais fácil controlar.
Não se faz necessário fechar comércio local por causa da pandemia, apenas restringir o acesso de muita pessoas no local, de dois em dois, com filas afastadas etc.
Incentivar nos meios de comunicação, a necessidade de isolamento social, principalmente os idosos, gestantes e pessoas com outros problemas mais graves.
Em cidade como Itamari, não se faz necessário fechar as estradas, apenas deveria disponibilizar pessoas para monitorar as entradas da cidade, com folheto explicativo em relação ao vírus, bem como encaminhar para a quarentena ou vigilância sanitária, qualquer que seja o que estiver com os sintomas de qualquer tipo de gripe. Temos como visitar cada lar de Itamari e saber quem está ou não, com sintomas de gripe e monitorar isso.
Deveria analisar a possibilidade de convocar mais funcionários municipais para a ajuda na conscientização, e monitoramento, pois a vigilância sanitária, apesar de estar realizando um bom trabalho, falta-lhes maior numero de agentes.
Não sabemos ao certo, quanto irá durar o a pandemia, não podemos esquecer que aqui não é Estados Unidos, nem Itália, muito menos o Japão. Somos um país de mais de 40 milhões na linha de pobreza. Devemos cuidar e nos precaver contra o desemprego em massa e falência das pequenas empresas e como conseqüência, fome e miséria que matam mais que o vírus em nosso pais.
O momento não é para pânico generalizado. Principalmente o gestor municipal. deverá estar atento para contribuir para o controle do vírus, mas também não ir na onda de outras localidades que tem suas particularidades. Entender a cultura local, monitorar as gripes em domicilio, trabalhar em cima de números e estatísticas, protegendo os idosos, são as medidas mais sensatas no momento.
O vírus não é resistente a temperaturas um pouco alta, não resiste ao sabão, água sanitária, álcool acima de 70% e ao detergente. Portanto, fazer uso frequente e constante desses produtos, é o que se faz necessário, lavar as mãos com frequência e evitar contato físico já é o suficiente para barrar a proliferação do vírus. O que passar disso é pânico e histeria desnecessária.
Agora é o momento de esperar por uma vacina, conter o pico de contaminação ou adiar por alguns meses, o contagio até que o sistema de saúde esteja com mais leitos. Mais cedo ou mais tarde nos seremos contagiados por essa gripe, mas esperamos que os efeitos sejam menores em nosso organismo quando isso acontecer. Por enquanto, ficar em casa ainda é a melhor medida para aqueles que estiverem com sintomas principalmente.

(Nelson Ribeiro Filho, Mestrando em Educação, especialista, Professor das redes Estadual e Municipal de ensino e é o administrador do grupo TRIBUNA LIVRE DE ITAMARI. Também idealizador da Itamari Kakau’s)
.

Comentários estão fechados.