WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

NAS REDES SOCIAIS CADA UM DÁ UMA OPINIÃO SOBRE A ABERTURA OU NÃO DO COMÉRCIO. A NOSSA É A QUE SEGUE ABAIXO

.

Realmente alguma posição séria, tem que ser tomada a respeito desse fecha e abre do comércio, levando intranqüilidade a comerciantes, funcionários e principalmente ao povo ganduense. O prefeito passou da hora de fazer.
Lá atrás, se ele fosse um prefeito macho, retado, não tivesse medo de cara feia (mas esperar o quê de quem tem medo da EMBASA, da COELBA… dos Bancos…), teria decretado no seu primeiro ato, um LOCKDOWN.
Vamos transcrever o que significa um Loockdown.
é a versão mais rígida do distanciamento social e quando a recomendação se torna obrigatória. É uma imposição do Estado que significa bloqueio total. No cenário pandêmico, essa medida é a mais rigorosa a ser tomada e serve para desacelerar a propagação do novo Coronavírus, quando as medidas de isolamento social e de quarentena não são suficientes e os casos aumentam diariamente.
COMO FUNCIONA O LOCKDOWN?
Consiste em restringir a circulação da população em lugares públicos, permitindo apenas, e de forma limitada, para questões essenciais, como ir à farmácias, supermercados ou hospitais. O descumprimento dessa regra pode acarretar multas e em toque de recolher, dependendo do governo local.
QUAL A DIFERENÇA ENTRE ISOLAMENTO SOCIAL, QUARENTENA E LOCKDOWN?
Esses termos se tornaram parte do nosso dia a dia e podem gerar certas dúvidas quanto aos seus significados. Apesar de terem o mesmo objetivo que é manter as pessoas em casa, essas palavras não são sinônimas.
Isolamento social: É uma recomendação médica para pessoas que podem ter tido contato com algum paciente infectado ou estão aguardando o resultado de testes (sobre a contaminação pelo novo Coronavírus) ou tenham o diagnóstico confirmado. Nestes casos, é recomendado que se isolem das demais e evitem a propagação da doença. O isolamento pode ser tanto domiciliar quanto hospitalar, dependendo da gravidade de cada caso.
O ISOLAMENTO É SUBDIVIDIDO EM DOIS TIPOS:
Isolamento Vertical: É limitado ao grupo de risco, idosos e pessoas com doenças pré-existentes que possuem maiores chances de apresentarem quadros mais graves da doença.
Isolamento Horizontal: Nesse tipo de isolamento, não há limitações de grupos e todos devem ficar em casa. Isso restringe a circulação e aglomeração de pessoas e reduz a disseminação do vírus.
Quarentena: Pessoas que tiveram contato com pacientes contaminados pelo vírus ou estiveram em regiões com surtos da doença, devem se manter em quarentena. A duração da quarentena é determinada de acordo com o período de incubação (tempo em que a doença se manifesta), e pode variar de 1 a 14 dias. O objetivo é observar ao longo dos dias, se a pessoa apresenta algum sintoma e assim controlar a propagação do novo Coronavírus.
LOCKDOWN:
É uma medida imposta pelo Estado. Caso o isolamento social e a quarentena não sejam suficientes ou respeitados, o Estado intervém para limitar a circulação da população, o que inclui o fechamento de vias (proibindo deslocamentos não essenciais) e locais públicos e privados.
O QUE MUDA COM O LOCKDOWN?
Quando as medidas prévias de isolamento social e quarentena não são suficientes para reduzir os casos da doença, algumas cidades começam a implementar o lockdown. Dessa forma, buscam achatar a curva de infectados e óbitos, e reduzir o fluxo de pacientes aos hospitais e evitar que o sistema de saúde entre em colapso.
Na prática, o confinamento limita a circulação de pessoas para atividades não essenciais, podendo gerar multas para quem não cumprir a ordem, e toque de recolher em horários pré-estabelecidos.
O QUE O PREFEITO LÉO DEVERIA TER FEITO E NÃO FEZ

Quando o prefeito desastradamente veio a público para falar sobre o Coronavírus, encerrando o seu pronunciamento dando risadas e usando a frase FIRME E FORTE, procedendo como um verdadeiro moleque e irresponsável, 24 horas depois retornou já para falar sério, certamente sentiu a merda que havia feito, teve pelo menos a virtude de reconhecer o erro, naquela hora, era a hora que deveria ter decretado no município o lockdown por 15 dias. FECHADO tudo… estariamos hoje livres do vírus.
Se ele tivesse tomado essa posição, outros prefeitos de cidades circunvizinhas, fariam o mesmo, afinal somos a referência regional. O povo de Gandu não está acostumado a cumprir ordens. Para evitar maiores problemas, anunciaria, a partir do dia tal, vamos decretar uma medida extrema, para que os ganduenses se preparassem para 15 dias em suas casas.
Mas o problema maior é o dinheiro, quanto mais pessoas infeccionadas, mais dinheiro entra nas contas da prefeitura, para adquirir tudo sem licitação… que coisa melhor? Então fica nessa decisão, abre, fecha… para frente e para trás… como o coro daquilo que o presidente falou em reunião ministerial, se o presidente falou, nós podemos escrever, caralho…
Quem tiver curiosidade, é só acessar o Diário Oficial do município, todos os dias, tem COMPRAS e mais COMPRAS, de cem, duzentos mil em materiais diversos, dizendo que é para destinação do combate ao Coronavírus.
O prefeito Leonardo Cardoso ganhou na mega sena acumulada… está deitando e rolando. Agora se fez mesmo… ele e a família, se já estavam na boa… agora é que estão nadando em dinheiro, tudo em nome de adquirir materiais para combate ao Coronavírus… material esse que não chega, só consta nas notas fiscais, acompanhado dos respectivos valores, segundo um funcionário do setor.

.

Comentários estão fechados.