WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

ILUMINAÇÃO RESIDENCIAL – Pela Dra. FLÁVIA SOUZA

.

Iluminar é algo essencial! Claro, a iluminação natural é um bem precioso e se você conta com ambientes bem iluminado naturalmente deve aproveitá-los ao máximo. Mas quando a luz do sol vai embora também é preciso contar com um bom projeto luminotécnico que supre as necessidades do imóvel tornando-o mais seguro, confortável e funcional.
O projeto luminotécnico é realizado pelo arquiteto ou designer de interiores baseado nas necessidades de seus ambiente afim de aportar funcionalidade e conforto visual eficiente. É realizado um estudo levando em consideração vários pontos, como tamanho do ambiente, atividade exercida no local, cores predominantes e a quantidade de luz necessária para que o nível de iluminação seja confortável e eficiente. Com o estudo realizado o profissional define quais serão os tipos de lampadas utilizadas, onde serão instaladas e através de que sistema, ou seja, se serão spots, luminárias pendentes, embutidas, fitas de led, etc.
O projeto luminotécnico é importante porque conseguiremos garantir a iluminação dos ambientes de maneira eficiente, harmoniosa e também para garantir a eficiência energética das lâmpadas e a economia de energia. A falta de uma iluminação bem estudada pode resultar em ambientes mal iluminados dificultando atividades como estudo, trabalho, preparação dos alimentos e até mesmo a segurança. Da mesma forma, contar com uma iluminação exagerada poderá causar desconforto fazendo com que os ambientes se vejam cansativos dificultando momentos de relaxamento e desconexão em alguns horários.
Claro, a iluminação é essencial para permitir o uso dos ambientes durante a noite mas também desempenha um papel importante quando o assunto é decoração. Com a funcionalidade da iluminação também é acrescentado o valor estético que atua nos ambientes valorizando a decoração, como, por exemplo, o piso, móveis, quadros, etc. Sem contar que elementos como luminárias pendentes, de mesa, de chão, apliques e rasgos trazem um charme especial para qualquer ambiente decorado.
A iluminação interna devem variar de acordo com a função do ambiente e do intuito que cada proprietário pretende para a decoração. Existem diferentes maneiras de aplicá-la que vão muito além da iluminação geral/central. A iluminação geral é a luz principal que incide sobre todo o cômodo e que fica instalada no teto e seu acionamento fica localizado na entrada do ambiente. A iluminação pontual é a iluminação clara e direta instalada de maneira que incida sobre um ponto específico como uma bancada de trabalho na cozinha ou a mesa do escritório. A iluminação ambiental é instalada com o intuito de criar ambientes com climas diferentes e decorativos. A luz que ela emite não é suficiente para iluminar o ambiente por completo. A iluminação decorativa, são pontos de luz instalados com o proposito de destacar objetos ou elementos decorativos da casa como quadros, esculturas, espelhos, adornos, uma parede decorada, etc.
A iluminação externa é de extrema importância para as residências. Com ela é possível valorizar e destacar tanto a arquitetura de seu imóvel como o jardim e áreas de lazer, mas principalmente garantir a segurança dos moradores. O projeto luminotécnico pode ser realizado de maneira a iluminar jardins, piscinas e escadas, garantindo uma locomoção segura por esses espaços durante a noite e também para iluminar as áreas da fachada e entradas da casa, podendo contar com sensores de luz que se ascendem quando detectam movimento, tornando assim a propriedade mais segura.

(FLAVIA SOUZA – Design – Sofisticação – Modernidade)
.

Comentários estão fechados.