WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

CERVEJA EM CASA SEGURA RESULTADOS DE FABRICANTES DE LATINHAS NA PANDEMIA

.

Zebrao por exemplo, no início da pandemia, no dia 20 de março, adquiriu mais de 1.000 latas de cervejas em latas com vencimento a partir de setembro. Mas ele não liga para vencimento não, alegando que antes não existia a data de validade e a cerveja nunca fez mal.
A indústria brasileira de latinhas para cerveja e refrigerantes atravessa a crise do novo coronavírus com resultados comemorados por fabricantes. O consumo de bebidas em casa evitou um tombo no segmento.
A venda de latinhas de alumínio para cerveja registrou alta de 0,6% no primeiro semestre deste ano em relação a 2019. No total, a queda do setor foi de 3,8% no mesmo período.
Os dados são da Abralatas (associação dos fabricantes de latinhas de alumínio para bebidas). A entidade, no entanto, não abre dados parciais como desempenho mensal e faturamento trimestral ou semestral.
Para se ter uma ideia, toda a produção industrial brasileira registrou queda de 10,9% no primeiro semestre, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
“O recado geral é que o nosso setor mostrou resiliência”, afirma Cátilo Cândido, presidente da Abralatas.
“A gente não é uma ilha. Mas, se olhar a cerveja, crescer na pandemia é algo de que a gente se orgulha. Poderia ter sido muito pior. A cerveja cresceu”, diz.
Os números dão até ânimo para Cândido estimar crescimento de um dígito neste ano, apesar das expectativas negativas para a economia.
Com o isolamento social, bares e restaurantes fecharam —onde se vendem mais cerveja em garrafas de vidro. O consumo em casa, porém, se manteve estável.
Nesse cenário, as latinhas cresceram em participação de mercado em relação ao envasamento em garrafas de vidro.
Segundo Cândido, de toda a cerveja produzida no Brasil, 70% são vendidas em lata. Antes da pandemia, o percentual era pouco acima de 50%. Hoje, a indústria vende 80% das unidades apenas para cerveja. (Política Livre)

.

Comentários estão fechados.