WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

AUXÍLIO EMERGENCIAL LIBERADO DIA 15 DE MARÇO?

.

Eduardo Gomes (MDB-TO) líder do governo no Congresso Nacional, estipulou uma data limite para que as condições físicas de retorno do auxílio sem aprovadas tanto pelo Senado quanto na Câmara. Para Eduardo Gomes a data limite é dia 15 de março e a novidade foi anunciado junto à diversas outras informações sobre o programa. Na última semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, em evento do banco BTG Pactual declarou que as novas parcelas devem ficar em R$ 250.
Ainda na ocasião o ministro declarou que “as camadas protetivas que eram R$ 600, caíram para R$ 300, agora podem descer, digamos, para R$ 250″. Dentre as diversas declarações de membros do governo desde a última semana, o presidente Jair Bolsonaro também declarou que a nova prorrogação do Auxílio Emergencial deve começar em março com duração até o mês de junho. A plataforma que vem cruzando dados bancários do beneficiários do Auxílio Emergencial não se limita apenas ao benefício, como também será utilizada em futuros programas de distribuição de renda que o governo possa vir a lançar.
Com relação aos dados aos quais o novo pente-fino está checando, consta no banco de dados informações relativas ao CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), INSS, MEI, CNIS, além disso, pelo próprio CPF do beneficiário é possível verificar informações sobre o mesmo e se ele é servidor, militar, aposentado, pensionista, empresário e por fim ainda é possível saber as informações sobre os dependentes daqueles que declararam o Imposto de Renda. Logo, caso o beneficiário conste qualquer informação no cruzamento de dados do governo que vá contra as regras da nova prorrogação, estes beneficiários que receberam no ano passado devem deixar de receber este ano. Segundo estimativas, cerca de 3 milhões de beneficiários que receberam no ano passado já devem ficar de fora da nova prorrogação.
CONSULTA PELO CPF

O Governo Federal pretende utilizar o CPF do beneficiário como modo dos cidadãos tirarem dúvidas quanto a nova prorrogação do Auxílio Emergencial. A opção trata-se de um passo a passo para que seja possível tirar dúvidas sobre o benefício, além de ser possível consultar informações relacionadas aos pagamentos. Para isto bastará portar o número do CPF em mãos para que o Dataprev possa realizar o processamento.
Pela pesquisa haverá uma cartilha com todas as informações sobre o cidadão, onde será possível verificar a situação em relação a nova liberação do auxílio emergencial. Será possível ainda consultar seu saldo disponível, pagamentos, saques e transferências por meio do aplicativo Caixa Tem.
Quando foi chamado para prestar depoimento na delegacia de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, sobre o uso de atestados médicos falsos no trabalho, em abril de 2007, o então cobrador de ônibus Daniel Lúcio da Silveira deu uma explicação pouco convincente: alegou que, diante da negativa de uma médica do pronto-socorro da cidade de assinar o documento, pediu um atestado a um “homem que estava sempre de branco no corredor da unidade”. O homem prontamente “preencheu o atestado na sua frente”. Por outras duas vezes, Silveira voltaria ao hospital para pedir atestados à mesma pessoa — que a polícia descobriria se tratar de um faxineiro do hospital.
Hoje deputado federal, Silveira disse que não sabia que o homem de branco não era médico. Em depoimento, o faxineiro disse que conhecia Silveira “antes mesmo de ele trabalhar na empresa de ônibus”. Ao todo, Silveira conseguiu atestados falsos para faltar ao serviço de 23 de dezembro de 2006 a 17 de janeiro de 2007.
O crime de falsidade material de atestado pelo qual ele foi acusado prescreveu em 2016, e o caso acabou arquivado. No entanto, por conta da passagem pela polícia, Silveira foi reprovado, em 2011, pela pesquisa social necessária para ingressar na PM do Rio. Ele só seria plenamente integrado à corporação em 2014, após recorrer à Justiça. (Fonte: Jornal Contábil)

.

Comentários estão fechados.