WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

CAI DE BOCA: 4 DICAS INFALÍVEIS PARA VOCÊ FAZER UM SEXO ORAL PERFEITO

.

Quando falamos em sexo oral, apesar de a maioria gostar de receber, nem todo mundo sabe proporcionar prazer à parceira. O tema ainda é cercado por algumas dúvidas.
Alguns cuidados básicos, como higiene local antes da prática, comunicação com o par e deixar o clima rolar já deveriam ser do conhecimento geral. Além de darem mais segurança e prazer à prática, são fundamentais para melhor conexão com o crush.
Mas, será que existe uma forma ideal para garantir que essa experiência seja prazerosa? A Pouca Vergonha buscou a resposta. Quer arrasar no oral, seja para ele ou para ela? Às dicas!
AUTOCONFIANÇA

A ginecologista e sexóloga Nelly Kobayashi, da Vida bem Vinda explica que a autoconfiança é o primeiro grande passo: “Tanto para ficar à vontade com a nudez do próprio corpo e o da parceria”, esclarece. Além disso, vale se conhecer para saber o que curte e mostrar o caminho ao par.
OLHO NO OLHO

Manter a conexão é superexcitante e importante. A sexóloga Julia Cepeda, da Share Your Sex, afirma que olhar nos olhos e mostrar que está a fim e que está curtindo garante mais excitação para o momento: “Ainda de roupa íntima, coloque a boca molhada na genital da parceria e olhar direto nos olhos”, orienta.

DEVAGAR E SEMPRE

Tenha calma e não vá com tanta sede ao pote. “Não chegue direto com a boca antes de tirar a calcinha ou cueca. Vá beijando as pernas, virilhas, por cima da roupa íntima, em torno da virilha. Depois disso, passe a língua em volta da vulva, faça a masturbação antes, tudo de maneira leve”, ensina Júlia.
O clitóris possui muito mais terminações nervosas do que a glande, por isso, muitas mulheres sentem dor quando se toca diretamente no clitóris e preferem que se estimule as áreas ao seu redor: “Lembrando que manter a língua muito rígida pode causar desconforto”, alerta Nelly.
E atenção! Seguindo a orientação da calma e da leveza, mantenha a língua sutil. “Pode fazer uma sucção, pode passar pela uretra, pela vulva, estimular o ponto ‘G’ com os dedos…”, reforça, destacando que ter calma é crucial.
COMBINE TOQUES

Combinar toques das mãos e boca também é uma boa pedida. Além disso, tente alternar movimentos da língua. “É possível sugar, lamber, assoprar. Use a criatividade!”, indica Nelly. Esteja atento às reações da parceira. Esse é um dos grandes segredos. “ Somente observando e ouvindo você vai saber se está no caminho certo”, finaliza.
Por fim, mantenha a calma e aproveite o momento. Para a sexóloga Luisa Miranda, o oral também se compara a um bom papo: “No fim das contas, divirta-se. A pessoa pode até não mandar bem no oral, mas usar a boca para um bom papo. Sem pressionar na hora do sexo, a troca tem que ser bacana para todos os envolvidos”, esclarece a especialista. (Fonte: Metrópoles)

.

Comentários estão fechados.