WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

(ITAMARI): ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS – EJA, ESPERANÇAS RENOVADAS! – Pelo Prof. NELSON RIBEIRO

.

A Busca Ativa realizada no ano passado, revelou uma realidade que existia apenas na teoria. Existe uma grande parcela da sociedade que precisa do olhar dos gestores educacionais. Os mais de 400 novos alunos matriculados, cerca de 80% do público são alunos com perfil EJA. Alunos que por diversos motivos tiveram que ficar fora da escola.

O sistema público de ensino do município de Itamari não oferece a modalidade Adultos do Ensino Fundamental, apenas séries regulares no turno Educação de noturno em duas escolas, até o ano de 2012, como revelam os últimos estudos, somavam cerca de 301 alunos em toda rede municipal. Até o ano de 2021, jovens, e adultos eram matriculados no período noturno como ensino regular não dispondo de uma proposta pedagógica especifica e sim a utilizada no turno diurno.
O Plano municipal de Educação em elaborado em 2014, já afirmava “embora a modalidade de EJA, ainda não funcione regularmente no município, a SME está estudando e analisando proposta para a sua implementação. As políticas que o município tem para o público de jovens, adultos e idosos são os programas em nível estadual voltados para a EJA, os quais são aderidos pela SME, a exemplo o Programa Brasil Alfabetizado (Topa)”. (PME – 2014)
Ainda Segundo o PME, “não existe nenhuma ação especifica que tenha sido efetivada entre o governo municipal, estadual e federal, para ampliação e melhoria do atendimento a demanda da EJA. A SME ainda, juntamente com a Prefeitura Municipal de Itamari (PMI), ofereceu no ano de 2013, um encontro com 08 (oito) horas de duração, para capacitação dos profissionais da EJA” (PME – 2014).
“Não existem ofertas da EJA em horários alternativos do noturno. A EJA, também não possui isonomia de condições em relação às demais etapas e modalidades da Educação Básica. O município não desenvolve nenhum programa voltado para a EJA e nem idosos”. Assim encontramos a EJA no ano de 2020.
Em 2014, já era reconhecido o problema, e a necessidade de intervenção, “mesmo sem políticas municipais para o público de jovens, adultos e idosos o município de Itamari precisa ter um olhar especial para essa população tendo em vista o crescimento da mesma apontada pelos dados demográficos e também os indicadores de analfabetismo que embora tenham reduzidos nas últimas décadas ainda são expressivos, conforme revelam os dados do IBGE”. (PME – 2014)
Passaram-se mais de 7 anos e a realidade continuava a mesma. Só a partir dos meados de ano de 2021 é que nos debruçamos sobre este grande desafio, “regularizar a EJA em Itamari”. Para isso, montamos uma equipe de pessoas na secretaria para concretizar o sonho. Alguns ficaram na busca desses alunos e na manutenção dos mesmos na rede de ensino, mesmo em um ano pandêmico. Todos os alunos foram revisitados, receberam atividades impressas, passaram a existir no censo educacional. Outro grupo, atuando e se debruçando na literatura EJA e nas leis existentes.
Em breve, esperamos com grande ansiedade e alegria, finalmente regulamentar a Alfabetização de Jovens e Adultos – EJA em nossa cidade. Será um marco histórico para nosso município, pela primeira vez estaremos com mais essa modalidade de ensino regulamentada.

NELSON RIBEIRO FILHO,
Formado em Magistério, Graduado em Ciências com Habilitação em Química. Especialista no Ensino de Química, de Ciências, em Gestão Escolar e Metodologia do Ensino Superior. Professor das Redes Estadual e Municipal de Ensino. Colunista do Blog Zebrão, Mestre em Educação (créditos).
.

Comentários estão fechados.