WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

BAHIA RETADO SOFRE DUAS VEZES. ASSISTA O GOL E OS MELHORES MOMENTOS DE ITUANO 1 x 0 BAHIA

.

BAHIA VACILA NA DEFESA, É DERROTADO PELO ITUANO E PERDE INVENCIBILIDADE NA SÉRIE B
O Bahia conheceu a primeira derrota na Série B, depois de cinco jogos. Na noite desta sexta-feira (29), o Esquadrão foi derrotado pelo Ituano por 1×0, no estádio Novelli Júnior, em Itu, no interior de São Paulo.
O único gol da partida foi marcado ainda no primeiro tempo, pelo zagueiro Bernardo, após cobrança de escanteio. Desorganizado ofensivamente, o tricolor teve dificuldade na criação das jogadas e não conseguiu reagir.
Apesar da derrota, o time segue na liderança da Série B, com 10 pontos. No entanto, pode ser ultrapassado no complemento da rodada, por Sport, Grêmio, Chapecoense e Cruzeiro. Todos jogam neste sábado. Como os dois últimos se enfrentam, o tricolor não corre risco de sair do G4.
O próximo compromisso do Bahia já é na terça-feira (3), contra o Londrina, na Fonte Nova.
ERRO DE IGNÁCIO
A partida começou com os dois times buscando o ataque. O Bahia quase abriu o placar logo aos quatro minutos depois da tabela entre Davó e Daniel. O goleiro Pegorari salvou com os pés o chute rasteiro do camisa 10.
A resposta do Ituano foi em um chute de fora da área e no contra-ataque que Gerson Magrão pegou mal na bola. Enquanto os donos da casa tentavam exercer certa pressão sobre a defesa do Bahia, o Esquadrão apostava no jogo pelo chão, com troca de passes entre Daniel, Davó e Raí, que foi titular no lugar de Rildo.
O Bahia ia bem no jogo, até que um lance despretensioso mudou o panorama do duelo. Ignácio tentou recuar a bola para Danilo Fernandes e deu escanteio ao Ituano. Na cobrança no primeiro pau, o zagueiro Bernardo fez o gol do time paulista aos 24 minutos.
O segundo do Ituano quase saiu dois minutos depois: Lucas Siqueira recebeu livre dentro da área, mas chutou no centro do gol e facilitou a defesa de Danilo Fernandes. Para piorar a situação, Guto Ferreira foi obrigado a mudar o time ainda no primeiro tempo, já que Raí se machucou. Foi substituído por Rildo.
Pouco organizado ofensivamente, o Bahia não conseguia pressionar o Ituano. O time da casa teve o atacante Rafael Elias expulso injustamente por uma suposta cotovelada em Ignácio, mas o VAR entrou e o lance foi revisado. O árbitro de campo então retirou o vermelho e aplicou o cartão amarelo.
Já aos 48 minutos, Rildo arriscou de fora da área e o goleiro deu rebote. Na continuação do lance, Davó foi derrubado na área. O Esquadrão pediu pênalti, mas foi marcado impedimento do atacante.

SEM REAÇÃO
O Bahia voltou do intervalo e o empate quase saiu logo no primeiro minuto, mas ninguém apareceu para finalizar a bola ajeitada por Rildo dentro da área.
Com a vantagem no placar, o Ituano recuou e deu a bola ao Esquadrão, que se fez mais presente no ataque, porém tinha dificuldade para entrar na área adversária. Em tentativa de fora da área, Marco Antônio quase surpreendeu o goleiro Pegorari, e a bola passou por cima do travessão. Já na cobrança de falta de Rildo, o goleiro fez grande defesa.
Na tentativa do empate, Guto colocou o atacante Jacaré na vaga do volante Patrick, mas foi Davó quem quase balançou as redes. Aos 31 minutos, ele recebeu na entrada da área, limpou a marcação e bateu no canto. Pegorari salvou.
A noite não era do Bahia. Em mais um lance na área, Luiz Otávio recebeu livre e cabeceou para fora. Já nos minutos finais o time voltou a assustar em outra falta cobrada por Rildo, mas o gol de empate não saiu.

FICHA TÉCNICA
Ituano 1×0 Bahia – Campeonato Brasileiro – Série B (5ª rodada)
Ituano: Pegorari, Pacheco, Léo Santos, Bernardo e Roberto; Jimenez, Kaio (Lucas Nathan), Lucas Siqueira e Gerson Magrão (João Victor); Aylon (Dudu Vieira) e Rafael Elias (Iago Teles). Técnico: Mazola Júnior.
Bahia: Danilo Fernandes, Douglas Borel (Jonathan), Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique; Emerson Santos, Patrick (Jacaré) e Daniel; Raí (Rildo), Matheus Davó e Marco Antônio (Ronaldo). Técnico: Guto Ferreira
Estádio: Novelli Júnior (Itu-SP)
Gol: Bernardo, aos 24 minutos do 1º tempo
Cartões amarelo: Rafael Elias, Mazola Júnior, Pegorari, Jiménez e Iago Teles (Ituano); Matheus Bahia, Luiz Henrique, Guto Ferreira e Daniel (Bahia)
Público: 2.025 pagantes
Renda: R$ 39.650,00
Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva, auxiliado por Marcio Gleidson Correia Dias e Helcio Araujo Neves (trio do Pará)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).
(Fontes: Texto Correio. Vídeo: Youtube)


.

Comentários estão fechados.