WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

OPINIÃO DE ZEBRÃO: AS PESQUISAS CONTINUAM ESTIMULANDO OS ELEITORES A AGRESSÕES E OFENSAS

.

Temos nos últimos dias, “batido” sobre os problemas das pesquisas eleitorais, que estão levando os eleitores apaixonados, os xiitas, o gado de um lado e o gado do outro, pois procedem iguaizinhos, são idênticos em suas paixões, cada um achando que os seus candidatos já venceram as eleições.
Os bolsonaristas desacreditam nas pesquisas. Pesquisas essas que o presidente tem conhecimento e não as desmente, prova maior que são verdadeiras. Na última terça feira, o staff do presidente, os cabeças “coroadas” do PL em visita ao presidente candidato afirmaram, “EM AGOSTO, JÁ COM O EFEITO DO PACOTE DE BONDADES, BOLSONARO VAI CHEGAR AO EMPATE COM LULA…”

E os beócios, imbecis, hipócritas, os que são apaixonados por homens, ficam nas redes sociais UIVANDO. As pesquisas não são confiáveis. O DATAFOLHA segundo eles, errou e feio em 2018. Já provamos que não foi bem assim. Ao contrário, acertou todas.
As pesquisas quanto mais se aproximam as eleições, elas são mais confiáveis. O otário do eleitor apaixonado com seus enormes chifres que mais parecem antenas de celular, esquece-se de algo importante. Quando você é entrevistado a pergunta é: “SE AS ELEIÇÕES FOSSEM HOJE… EM QUEM VOCÊ VOTARIA?” Se as eleições fossem hoje, mas não são hoje, são daqui há 120, 90, 60 dias… os apaixonados não lhes interessa essa pergunta, para ele, as eleições ESTÃO sendo hoje.

Ainda bem que nem todos fazem parte de boiadas. Por algum motivo ele hoje vota em A, mas muda de opinião, representado por um grande número de eleitores. Ao não ser apaixonado, ele hoje tem a sua preferência, na semana da eleição ele descobre que o candidato em que ele vai votar vai perder, simplesmente ele acha que não quer votar para perder, indo fazer parte do voto útil. E diz: “NÃO VOU PERDER O MEU VOTO…”

Por isso afirmamos, que as pesquisas mais verdadeiras são as divulgadas na semana da eleição, pois antes, o próprio eleitor engana os pesquisadores, principalmente em uma eleição acirrada como a de 2 de outubro.
Quando se é divulgada uma pesquisa, o eleitor não deposita o seu voto e nem garante fidelidade. É a sua intenção de votar naquele candidato. Você não tem intenção de trair sua esposa e vice versa, mas… promessa é promessa. É promessa de votar naquele candidato. Você não vota antecipadamente, é apenas intenção…

Na nossa modesta opinião de aprendiz de Cientista Político, uma pesquisa tem prazo de validade, e voto é como se fosse um produto perecível, quanto mais distante as eleições, mas poderá apodrecer, você trocar de produto ou seja, trocar de candidato.
Você manuseia uma pesquisa, o número de indecisos para prefeito, governador e presidente, é bem pequeno. Quando você parte para vereador, deputado estadual, deputado federal, senador… é altíssimo. O eleitor se decide logo pelos cargos mais importantes.

Não acreditamos e os entendidos concordam, pesquisas eleitorais só presenciais. Nada de inovação como web, telefone, mensagens de texto, correio etc. Por isso não publicamos, não damos divulgação a pesquisas que não sejam cara a cara. Olho no olho.
Falamos a nível nacional. Vamos falar sobre o nosso estado da Bahia?
Os petistas estão alvoroçados com os resultados para governo do estado. Eles dizem que as pesquisas à nível estadual não merecem confiança. Só confiam as do nível nacional, mesmo sendo o mesmo instituto. Bolsonaristas e petistas, não aceitam seus candidatos em desvantagem. São iguais em tudo. Afinal nasceram da mesma barriga…

A verdade é que o governador Rui Costa e nem Lula não estão conseguindo transferir o seu vasto patrimônio eleitoral, para o seu herdeiro. A mesma coisa é Bolsonaro, não está conseguindo transferir votos para João Roma (o moleque de recados de ACM Neto). Não acreditamos que o pré-candidato Lula venha de malas e bagagens para a Bahia tentar mudar o resultado das eleições. Ele tem muito mais o que fazer.

E tem mais, no segundo turno vai precisar do apoio do União Brasil. Para governar vai precisar do apoio dos deputados do partido de ACM Neto para governar, por que então comprar uma briga?
Sempre afirmamos que político da alta, é igual a puta, um quer saber de quem tem votos e a outra quer saber de quem tem dinheiro. E quem tem votos pelo menos por enquanto na Bahia chama-se ACM NETO.
(ANTONIO CARLOS FARIAS NUNES é Bacharel em Administração, Bacharelando em Ciências Políticas, ex-Professor de História da Filosofia no Colégio Castro Alves, em Gandu; ex-Professor de OSPB e EMC da Escola de 2º. Grau Eliseu Leal, em Gandu. Ex-funcionário dos Bancos BANEB e Brasil em Gandu; Ex assessor dos deputados Osvaldo Souza, Nestor Duarte e Félix Mendonça; Ex-Vice prefeito e ex-prefeito de Gandu)

.

Comentários estão fechados.