WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

À PROCURA DE UMA IGREJA – Pelo Prof. ISRAEL LEAL

.

Neste domingo, visitei a Igreja Pentecostal Promessa de Deus, lugar onde tive a oportunidade de me casar com Ana Paula. Uma igreja aconchegante, pastoreada pelo Pastor Jônatas.
Tenho feito muitas visitas às igrejas em Gandu, sempre que sou convidado, pois estou à procura de uma Igreja onde a Bíblia seja uma regra de fé e conduta e a sua interpretação seja centrada e usada como bússola, sempre lembrando do valor do livre arbítrio deixado pelo Criador.
Que a Bíblia seja de cunho tradicional, fiel e completa, não importando que seja de capa dura ou flexível, ou de cor preta, ou se as palavras sejam mais rebuscadas de um português mais clássico, pois a Bíblia precisa também servir para o aprimoramento do conhecimento de seus leitores.
Que use a Santa Palavra acreditando nela e confiando em todo seus escritos, em cada capítulo, em cada versículo, crendo em sua infalibilidade e inerrância, tendo total confiabilidade nas Sagradas Escrituras. Que seja usada no púlpito, não por pretexto para eventos sociais, mas como Palavra de Deus, revelação divina para todos os povos.

Procura-se uma igreja que tenha púlpito. Já que o local do altar dos templos das igrejas tem abrigado tantas coisas, menos um púlpito. Encontramos baterias, guitarras, pandeiros, atabaques, castiçais de Israel, óleos de Jerusalém, cartazes comerciais, mas dificilmente se encontra um púlpito. Para alguns que desconhece móvel templário, púlpito é àquilo que os pastores antigamente usavam para colocar as suas bíblias e pregar o evangelho. Usualmente, era colocado no centro da plataforma, numa disposição que alcançasse a todos os presentes,
ou mesmo em um dos lados, no alto. O lugar era mais ou menos àquele onde hoje estão os chamados “levitas”.
Procura-se uma igreja com templo. Não precisa ser grandes templos, ou pequenas congregações. Nem precisa ter torre, relógio ou cruz. Apenas um templo, um lugar que seja reservado para adoração a Deus, onde as pessoas se consagrem para a oração, a meditação, o respeito e a dedicação ao Pai Eterno.
Afinal, procura-se uma igreja que tenha um templo, seja de tijolos, de barro ou de bambus, mas que seja “Casa de Oração”, lugar de adoração, de reverência, de alegria espiritual, de encontro com Deus.
A Igreja não é lugar de pessoas perfeitas e sim de pecadores perdoados numa busca incessante da sua santificação em Cristo.
Por fim, a igreja precisa ser um lugar aconchegante, onde todos sejam bem recepcionados e que recebam todo o apoio incondicional para ser transformado em uma nova criatura em Cristo Jesus Nosso Senhor.
“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor”.
Salmos 122:1
*O artigo não reflete necessariamente a opinião do blog (contrariamente aos editoriais, que são a posição oficial)

ISRAEL LEAL, Mestre em Teologia/ Professor da Rede Pública/ Licenciado em História/ Pós-graduando em História da Cultura Afrodescendente no Brasil/ Bacharel em Direito/ Pós-graduado em Compliance/ Apresentador do Podquest do Professor.
.

Comentários estão fechados.