WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

APRENDENDO NA PANDEMIA – Pelo Prof. ISRAEL LEAL

.

Em uma das minhas aulas de Geografia na Escola Ceres Libanio, um aluno me perguntou: que mundo virá pós pandemia? Respondi que o nosso planeta e principalmente o nosso país, estão longe deste “pós pandemia”, ainda estamos em pandemia e em nosso país, no pior momento.
O mundo vem mudando muito e, enquanto humanos, contabilizamos perdas e ganhos.
Sair desta pandemia com vida já é um ponto positivo e de suma importância para toda a humanidade. E se assim for, fecharei esse ciclo mais fortalecido e cheio de amor.
Meu ganho maior é, sem dúvida, na minha afetividade, desde minha vida emocional às dimensões inéditas nas quais estou imerso, aliás, estou me cuidando em todos os aspectos.
Conhecendo melhor o amor, com certeza, jamais usarei os jargões pra definir o que sinto em meu coração neste momento, mas sei que é algo que jamais senti. O amor está muito além de tudo que se imagina e nenhuma classificação é suficiente pra descrevê-lo. Hoje, entendo minimamente o amor, pois não há conceito para defini-lo por completo.
Definitivamente a pandemia está servindo como termômetro do amor. Aproximando ainda mais de quem se ama e afastando de quem o amor já desistiu há tempos.
Nesta pandemia, mais do que em qualquer outro tempo, o amor me colocou no meu lugar. A mim cabe amar e me doar, no mais, aguardar pra ver o que o amor é capaz de fazer.
Acredito que em meu caso estou andando a passos longos para a intensidade do amor, fazendo que os toques de recolher e os Lockdowns sejam momentos mais intensos para o amor e para a vida em família.
Como disse o escritor Augusto Cury: “Se você passar por uma guerra no trabalho, mas tiver paz quando chegar em casa, será um ser humano feliz. Mas, se você tiver alegria fora de casa e viver uma guerra na sua família, a infelicidade será sua amiga”.

(ISRAEL LEAL – Mestre em Teologia/ Professor da Rede Pública/ Licenciado em História/ Pós-graduando em História da Cultura Afrodescendente no Brasil/ Bacharel em Direito/ Pós-graduado em Compilance Jurídico).
.

Comentários estão fechados.