WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

CHOCOLATE SUL DA BAHIA FAZ PARCERIA COM A GIORIGIN PARA MARKETPLACE

.

A Indicação de Procedência (IP) Sul da Bahia foi registrada como Indicação Geográfica (IG) no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) em abril de 2018. Agora, três anos depois, em abril de 2021, a IG Sul da Bahia inova mais uma vez e firma parceria com a GiOrigin para divulgação e venda de chocolates feitos exclusivamente com cacau de procedência reconhecida e qualidade superior.
As melhores amêndoas de cacau são transformadas nos Chocolates Sul da Bahia e os resultados das análises acompanham o produto. Os produtores compartilham essas informações no processo de rastreabilidade das amêndoas (através de QR Code) com o objetivo de construir, consolidar e difundir o conhecimento sobre o cacau e o chocolate de qualidade. Os dados servem ainda como parâmetros para a constante melhoria da produtividade e da qualidade dos produtos.
CERTIFICADO DE ORIGEM
Para utilizar o selo distintivo da IP Sul da Bahia, o cacau da região que abrange 83 municípios do Sul da Bahia precisa ser produzido no sistema agroflorestal cabruca, ou seja, com cacaueiros sombreados por árvores nativas da Mata Atlântica. Essa prática agroecológica evita a erosão do solo e preserva a flora, a fauna e o sistema hidrológico da região. O respeito à legislação ambiental e trabalhista também são requisitos obrigatórios.

O Chocolate Sul da Bahia tem parcerias com o Projeto Bio Brasil e o Laboratório de Ecologia Aplicada à Conservação – LEAC/UESC, que trabalham na Preservação do Mico Leão da Cara Dourada e na Conservação da Mata Atlântica destinando 3% do valor da venda desse chocolate a ações de comunicação e educação ambiental desses projetos.
Iniciativa das Cooperativas de agricultores da região, o Chocolate Sul da Bahia é o resultado de um trabalho específico de fomento à agricultura familiar voltado àqueles cacauicultores que cumprem todas as exigências da IP para ostentar o selo distintivo da IG.
Em parceria com o Centro de Inovação do Cacau (CIC), a IP Sul da Bahia realiza análises físico-químicas e seleciona as amêndoas que atendam aos critérios mínimos estabelecidos.
MEIO AMBIENTE
Os chocolates Sul Bahia são feitos apenas com cacau de origem certificados pela IG, passam por análises fisicoquímicas e sensoriais rígidas que são uma garantia de origem e qualidade. Nesse quesito o CIC – Centro de Inovação do Cacau, realiza o trabalho de manutenção do alto padrão de qualidade.
“O Chocolate Sul da Bahia cria uma relação mais justa entre o produtor e o consumidor final, permitindo uma remuneração melhor e ao mesmo tempo um preço mais acessível para acesso a chocolates premium. Trata-se de um chocolate coletivo que pode ser produzido nas seguintes formas; a cooperativa ou um produtor leva as amêndoas e o produto sai com sua marca associada ao chocolate ou um atacadista adquire um lote com a marca da empresa. As embalagens possuem QR Code, que permitem a identificação de origem e qualidade das amêndoas do chocolate”, afirma Cristiano Sant´Anna, diretor executivo da IG Sul da Bahia.
Para adquirir os produtos diretamente na loja do Chocolate Sul da Bahia no marketplace GiOrigin. Acesse o link!!!


.

Comentários estão fechados.