WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

EXCESSO DE INFORMAÇÕES NA PANDEMIA GERA SOBRECARGA MENTAL, ALERTA ESTUDO

.

Desde o início da pandemia de COVID-19, os especialistas tiveram receio do que esse constante bombardeio de informações pode causar ao psicológico. E segundo um novo estudo da Kaspersky, 78% dos brasileiros se sentem saturados de informações. O estudo ainda revela que, ao longo da pandemia, mais de 50% dos brasileiros consumiram mais notícias em comparação a um ano normal.
Com isso, os peruanos (61%) foram os que mais aumentaram o consumo de notícias durante a pandemia, seguidos dos chilenos (53%), argentinos (52%), brasileiros (51%), mexicanos (51%) e colombianos (45%). Quanto ao sentimento de saturação por conta do excesso de informações, os cidadãos da Colômbia lideram (81%), seguidos por Argentina (79%), Peru (78%), Chile (77%), Brasil (67%) e México (62%).
Os temas responsáveis pela sobrecarga mental foram a pandemia e correlacionados. Nas primeiras posições estão a atualização diária do número de infectados e mortes pela COVID-19 (77%), orientações de prevenção do vírus (44%) e a corrida da vacinação (32%).
Segundo a análise, as pessoas se sentem ansiosas (38%), estressadas (36%), pessimistas (35%), com raiva (30%) e deprimidas (24%). Os especialistas da Kaspersky alertam que isso afasta as pessoas das informações que precisam receber. Para combater essa sobrecarga, as recomendações envolvem criar hábitos saudáveis, fazer uma pausa e desligar-se, apostando em horas de sono mínimas para o corpo relaxar, considerando que o cérebro também precisa de um intervalo. (Fonte: Canaltech)

.

Comentários estão fechados.